O silêncio tem 295 km de auto-estrada
E à noite depois de tudo feito e pronto para o dia seguinte
jantado e tu a dormir meu filho
falta para atravessar um túnel com malmequeres
onde tudo te era novo e eu contava candeeiros
e tu contavas viadutos
e chegados a casa tu tinhas sempre mais
porque os viadutos como combinado valiam a dobrar

Agora dormes
Desculpa meu filho desculpa o vento frio e
os meus olhos mortos na estrada
apenas para não chegar nunca a tempo
do meu coração te parar de crescer

Anúncios

Os comentários estão fechados.