i

A semana passada, apenas por ela, comprei o i. Após o 1º parágrafo quase que desistia, apenas por circunstâncias do tema em si. Mas aguentei e lá li a prosa. Depois li as outras. (A da Patrícia Reis é chata, saturante.)

Esta semana comprei novamente o i. Acho o i um jornal que facilmente pode dar o salto para uma magazine. Notícias, notícias tem pouco. Jornalismo, jornalismo também não, ou então tive azar nas edições. Tem histórias e muita prosa.
(A inveja é uma coisa muito feia.)
(Agora também tem a Grande Reportagem do Miguel Sousa Tavares.)

Não sei o que mais dizer do i. Se a Ana lá voltar a escrever volto a comprar.

Anúncios

Os comentários estão fechados.