O que está mal neste livro

é a sua imodéstia. Mas o que vai na cabeça destes novos “ficcionistas” para se julgarem tão “promissores”? Não há nem 1cm de diferença entre estes e aqueles jovens parvos a quererem ser os novos ídolos de outros tantos parvos. O homem até pode escrever bem – eu não sei, nunca o li, a não ser no blogue, e nesse espaço não tenho a certeza se é o próprio se o “ficcionista” que escreve – mas que fica mal o próprio usar esse argumento, fica.

capa_efeitoborboleta

Anúncios

Os comentários estão fechados.