casacos

Um homem levanta-se e arruma a roupa pendurada, à espera, há dois anos no armário. Arruma casacos e saias e camisas. Esse homem pensa que casacos são coisas que não devem ser arrumadas de vez em sítios profundos, e por isso, o homem volta a colocá-los onde estavam. Um homem senta-se em frente ao armário quase vazio e espera. (A dor está ali e ele fecha o armário).
Um homem levanta-se e vai fazer o almoço. Espera de braços cruzados enquanto a comida descongela no micro-ondas. Esse homem pensa que casacos são coisas que descongelam o frio, e apesar do verão que se aproxima, precisam de estar disponíveis, nunca se sabe como estará o tempo amanhã.

Anúncios

Os comentários estão fechados.