CDU

Irrita-me gente impreparada politicamente, diria mesmo, ignorante politicamente, a balbuciar chavões sobre as eleições, os políticos, deputados, a democracia, e principalmente a libertarem da sua boca, que devia estar fechada não fossem sair as moscas desnecessárias que lá abundam, termos como os comunas para se referirem à CDU ou ao PCP. Enquanto os outros são sempre tratados pelo nome, estes são simplesmente os comunas como se fossem um bando maldito. E quanto mais jovens são mais me irritam. São os mesmos jovens que não percebem porque têm de pagar impostos e que ficam felizes quando recebem parcelas do ordenado por debaixo do pano, sem descontos, sem segurança social, que não se importariam de receber em dinheiro as férias a quem têm direito, que olham e criticam os outros que protestam e exigem que lhes seja pago o trabalho ao sábado porque consideram normal que eles próprios não recebam horas extraordinárias. São estes jovens que estão prontos a despejar da sua boca as já impregnadas críticas habituais sobre os malandros dos funcionários públicos, quando eles próprios passam horas no youtube, a trocar emails, no messenger e nos blogs, em horário de trabalho, e invejosamente os acusam! de ter demasiados direitos. Os outros, funcionários públicos, professores, médicos, enfermeiros, operários, qualquer que seja o grupo que proteste, tem sempre demasiados direitos. Nunca são eles que têm direitos a menos. São estes jovens que estão sempre prontos a dizer mal dos deputados que têm, do governo que têm, e que todos são iguais e quando lá estão (no poder) todos são iguais e todos fazem o mesmo, mas não têm o descernimento de pensar (porque se limitam a repetir o que ouvem tal qual papagaios) que quem lá está (no poder) são sempre os mesmos desde há 10, 20 ou 30 anos, e que não, não são os ditos comunas. São estes jovens que não votam, que nunca votaram, que se estão nas tintas para a política e não irão votar nas eleições, que irá muito provavelmente amanhã, para qualquer centro comercial comprar o último grito em telémovel ou para a praia cozer ao sol, estes jovens que são licenciados e mestres numa nova e qualquer engenharia de bolonha, que ainda não saiu da casa dos pais, que está desempregado ou a recibos verdes ou com um contrato a prazo; são estes jovens que se atrevem a apelidar de comunas a uns bons milhares de pessoas que ontem desceram o Chiado em Lisboa. Irritam-me.
Amanhã vou votar…

CDU

CDU

Anúncios

Os comentários estão fechados.