poema

de repente o sol que aqui estava desceu as escadas
uma sombra levantou-se aos pés da cama
e disse que ali ficaria para sempre
uma corrente de ar saíu da porta fechada
e os armários dormem de portas abertas por causa
do escuro

Anúncios

Os comentários estão fechados.