vento em mim

E agora devia sentir-me melhor? pelo menos diferente? Sim, talvez… A noite passou, dormi, e de madrugada os sonhos voltaram e falei… falei como nunca falei comigo próprio…, e também falei contigo. Falo sempre contigo de madrugada. Falo para ser capaz de acordar e abrir o dia dentro de mim. Hoje nem era preciso muito esforço… um vento danado a assombrar de amor por aqui…

Anúncios

Os comentários estão fechados.