[sem título]

É tão difícil viver sob o desalento do amor, sob o desamor, viver debaixo dessa pressão nos ombros que faz tombar mãos…


E para quê viver?


Para alcançar o quê? quem?


São 19:45, acabo este post e a noite acaba mais cedo para mim.


Acaba sem começar…, a noite descomeça.


A vida também descomeça…

Anúncios

Os comentários estão fechados.